DIETA LOW CARB PARA VOCÊ CONHECER

DIETA LOW CARB 

Você já ouviu falar em Dieta Low Carb? Emagrecer está entre os principais objetivos de 8 a cada 10 pessoas, mas para a perda de peso ocorrer de uma maneira eficiente e principalmente, saudável, se mostra necessário mudar seu estilo de vida, priorizando a prática de exercícios físicos e inclusive mudando seu plano alimentar, seja com dieta ou reeducação.

As dietas se tornaram os principais “ajudantes” das pessoas que buscam perder peso, mas antes de se aventurar na execução das mesmas, é crucial procurar um método que foque, acima de tudo, em sua saúde e depois comece a te oferecer o emagrecimento, como ocorre na dieta low carb, conhecida por reduzir o seu consumo dos carboidratos simples na sua alimentação e elevar o das proteínas.

A dieta low carb pode ser feita com diferentes variações e sem dúvidas passou a ser um dos métodos alimentares mais eficientes para quem deseja eliminar as gorduras do corpo com saúde e rapidamente. Quer saber como funciona? Veja.

Nos últimos anos as pessoas começaram a ter uma atenção maior com a saúde, priorizando principalmente uma alimentação mais leve. O problema disso é que muitos interpretaram essa mudança de forma errônea, seguindo a alimentação de famosas que afirmavam ter tido uma redução intensa de gorduras do corpo.

Pode-se dizer que a maioria das famosas relatam uma mudança em seus corpos após reduzirem radicalmente o consumo de carboidratos em suas alimentações diárias, mas antes de repetir em sua casa, é crucial que entenda a lógica dessas reduções, que com certeza não são feitas sem o acompanhamento de médicos.

Entenda que esses famosos costumam reduzir o consumo dos carboidratos que são caracterizados como simples e que de fato são fontes de energia imediata, não sendo tão eficientes para o corpo, pois são digeridos e absorvidos de forma rápida, o que consequentemente faz com que você sinta uma fome intensa logo após a refeição e além disso, ainda podem elevar sua taxa de glicose do sangue.

Tecnicamente existem dois tipos de carboidratos – os simples e os complexos – e quando as pessoas falam em reduzir a ingestão dos mesmos, provavelmente se referem aos simples, que a princípio não são tão “saudáveis” para o organismo.

É esse o princípio da dieta de inúmeras famosas ou inclusive de uma das dietas mais populares da atualidade, conhecida como “low carb”, que significa o baixo teor de carboidratos. Essa dieta não faz as pessoas eliminarem o consumo dos carboidratos de maneira geral, apenas dos simples e o aumento das proteínas.

Conheça o princípio da Dieta Low Carb

Em uma alimentação convencional o carboidrato pode representar de 50 a 55% dos alimentos ingeridos em um dia  ou pelo menos deveria ser, pois trata-se de  média considerada ideal pelos médicos. Já em uma dieta que tem o objetivo de perda de peso, como na dieta low carb, o consumo pode ser reduzido até 20%.

O até 20% realmente assusta, mas a maioria dos médicos costumam evitar uma redução tão grande no início da dieta, por isso que algumas pessoas dizem que cerca de 45% da sua refeição diária corresponde aos carboidratos na low carb e conforme o tempo passa a reduzir pode aumentar para que sua perda de peso venha a ser mais eficiente, porém sem que isso afete a saúde do seu organismo.

Mas entenda que a ideia da dieta low carb não é reduzir o carboidrato que tem capacidade de oferecer benefícios para o seu corpo. Pelo contrário, o intuito da dieta é reduzir ao máximo o consumo dos carboidratos simples que possuem o alto índice glicêmico e então priorizar refeições que tenham mais proteínas – as saudáveis, óbvio – e os carboidratos complexos que têm baixo índice glicêmico.

Com isso, ao priorizar os carboidratos complexos, existem mais chances de ter o emagrecimento saudável e isso por conta do hormônio glucagon que costuma a ser liberado quando a sua alimentação é baseado nesse tipo de carboidratos e com certeza, em proteínas caracterizadas como leves e eficientes para o corpo.

Entenda que o carboidrato pode ser transformado em glicose e com isso, ocorre que as células do corpo vão usá-la para gerar energia. Caso a glicose esteja em excesso no corpo, é provável que seja estocada em forma de gordura, mas se a mesma for usada antes da próxima refeição, não existem riscos de ganhar peso.

No entanto, para que a gordura “estocada” seja queimada, será necessário que o corpo libere esse hormônio glucagon. Mas é necessário ter a consciência que o hormônio pode não ser liberado se ocorrerem muitos picos de insulina e por isso deve tentar ao máximo priorizar os carboidratos de baixo índice glicêmico.

Os alimentos mais indicados para a Dieta Low Carb

Obviamente que os carboidratos complexos são os alimentos mais indicados na sua dieta low carb, mas muito além deles é possível encontrar uma ampla lista com os alimentos mais saudáveis para manter uma dieta leve e capaz de elevar a sua saúde e não apenas proporcionar a perda de peso que você tanto deseja.

Esses alimentos sem dúvidas possuem nutrientes capazes de render saúde para o seu corpo e o mais interessante é que a maioria tem entre suas propriedades o fato de serem antioxidantes, o que tecnicamente ajuda a reduzir as toxinas do corpo, que sem dúvidas, são capazes de estragar sua busca pela perda de peso e inclusive, por renderem problemas sobre o funcionamento do seu organismo.

Mas para que não hajam dúvidas, confira quais são os alimentos permitidos na dieta low carb – detalhe, priorize as opções “frescas” e claro, sem os oxidantes:

  • Verduras e Legumes:

Existem diferentes opções de verduras e legumes com capacidade de entrar na lista de alimentos permitidos na dieta, mas os principais são abobrinha, acelga, aipo, agrião, alface, alho poró, aspargos, berinjela, brócolis, cebola, cogumelos, chuchu, couve, escarola, espinafre, pepino, pimentão, vagem e o tomate cereja.

Obviamente que há outras opções com baixo índice glicêmico, mas a princípio a lista compartilhada acima são com os alimentos mais comum. Tenha atenção ao grupo de alimentos que tem baixo índice glicêmico, mas não devem ser usados na sua dieta por obterem a alta carga glicêmica, como a abóbora e batata doce;

  • Frutas:

Seguindo o mesmo princípio das verduras e legumes, não são todas as frutas de consumo comum das pessoas que podem ser consideradas low carb. Algumas opções têm frutose, que em grandes quantidades prejudica a dieta. Mas, para a possibilidade de consumi-las, basta misturá-las com fontes de fibras, como chia.

Entre as principais frutas com baixo carboidrato pode-se citar abacate, acerola, amora, cereja, coco, framboesa, limão, maracujá, blueberry, melão, morango e pêssego. Frutas com muita frutose que podem ser consumidas com bagaço são também opções para a sua dieta low carb, como no caso da laranja e mexerica.

  • Proteínas:

As proteínas, sem dúvidas são alimentos indispensáveis na alimentação, pois te fornecem aminoácidos cruciais para funções estruturais, metabólicas e motoras do corpo. Além disso, as proteínas também são componentes essenciais para os músculos e formação de colágeno, mas deve-se ter atenção na sua composição.

No caso, existem proteínas que são mais leves e com certeza passam a ser mais interessantes a seu corpo e dieta que visa o emagrecimento, como no caso dos ovos, aves sem pele, peixes, carnes magras como patinho, filé mignon, alcatra e além disso, os leites desnatados, queijos brancos, soja, quinoa e muitos outros.

  • Fontes de Gorduras:

As fontes de gorduras boas também são alimentos que podem ser ingeridos nas refeições da sua dieta. Mas como assim, existem gorduras boas? Sim, devido as propriedades desses alimentos fontes de boas gorduras é possível prevenir uma série de doenças, inclusive cardiovasculares e além de diminuir o colesterol LDL.

Mas tenha atenção pois não são todas as fontes de gorduras boas que possuem baixo índice glicêmico. Assim, deve priorizar aqueles que tem gorduras que são insaturadas e tem baixo carboidrato, como o azeite, oleaginosas, abacate, atum, nozes, óleo de coco, salmão, sardinha e outros que se enquadram aos detalhes.

Essa lista de alimentos permitidos na dieta low carb deve ser seguida à risca, no entanto, caso seu médico tenha liberado algum alimento por motivos pessoais, é necessário considerar o que fora recomendado, para que assim não tenha um problema que arrisque sua saúde enquanto está buscando seu emagrecimento.

Além disso, também pode ser necessário se atentar aos alimentos que precisam ser evitados durante toda a dieta, como as proteínas pesadas (bacon, linguiças, presuntos e carnes com pele ou gorduras aparentes) e entre outros que não são compostos por um baixo índice glicêmico, prejudicando o objetivo da low carb – como feijão, arroz branco, lentilha, grão de bico, batata, refrigerantes e iogurte.

Entenda que a dieta low carb pode realmente ajudá-lo a emagrecer com saúde, mas se deseja alcançar bons resultados, é crucial focar nos princípios da mesma e não deixar de lado as suas regras. Converse com o seu médico, fale sobre suas necessidades, pretensões e outras informações que o ajude compor o cardápio da sua dieta de forma que possa priorizar sua saúde e depois, a perda de peso.

Se você gostou das informações desse post, compartilhe agora mesmo com seus amigos. Curta também nossa Fanpage e Twitter.

** Não se esqueça de deixar seu comentário, pois ele é muito importante! Assim sempre estaremos criando um conteúdo relevante para você.

dieta low carb

Receba em seu e-mail, dicas fatais para emagrecer rapidamente....

Deixe seu comentário, é importante para nós